Assista a entrevista sobre a publicação do nosso calendário

Assista a entrevista com a curadora Leocádia Costa e os fotógrafos Dulce Helfer e Fernando Schmitt sobre o Calendário 2015 da Casa do Jardim.

Acesse o link:  http://videos.clicrbs.com.br/rs/tvcom/video/tvcom-tudo-mais/2014/12/tvcom-tudo-mais-projeto-jardim-maior-reune-fotografos-para-formar-calendario/108484/ 

 

Zero Hora publica notícia sobre a produção do nosso calendário

Clique na linha abaixo para ver

10 12 14 – Zero Hora – Contracapa Segundo Caderno

Calendário 2015 Casa do Jardim

CalendárioA Casa do Jardim está lançando o seu primeiro calendário, edição 2015. Através de uma ação cultural, foram convidados 12 fotógrafos, sendo 11 brasileiros, dos estados do RS, SP e RJ, e uma norte-americana, que doaram as imagens de seus “jardins”, os quais ilustram cada um dos meses do ano. O calendário, que também celebra os 50 anos de existência da Casa do Jardim, a serem comemorados em 2015, conta com fotografias de Amy Hildebrand, Bruno Alencastro, Bruno Polidoro, Dulce Helfer, Fernando Schmitt, Frederico Mendes, Gal Oppido, Gustavo Diehl, Jefferson Bernardes, Lúcia Simon, Luis Ventura e Rogério Amaral Ribeiro sob curadoria e produção da produtora e também fotógrafa Leocádia Costa. A escolha do tema do calendário partiu da própria história da Casa do Jardim, que nasceu numa casa situada no jardim do Hospital Espírita de Porto Alegre, em 1965. Lá a instituição reuniu pessoas que trabalham em prol do atendimento espiritual de forma gratuita, exemplo que segue sendo levado adiante na atual sede, no bairro Menino Deus. A curadora buscou abordar o tema dentro de uma visão pouco tradicional, apresentado diferentes tipos de jardim em espaços de variadas dimensões e destacando a multiplicidade de vida e concepções do mesmo. O calendário reúne fotógrafos de todas as vertentes (alguns correlacionados à música, outros, ao cinema, e outros com foco nas artes visuais). Neste grupo, estão Amy Hildebrand, fotógrafa com baixa visão que reside em Cincinatti (EUA); Gal Oppido, fotógrafo paulistano premiado pela Associação Paulista de Críticos de Arte pelo conjunto de sua obra, em 1991; e representantes das maiores escolas de fotografia do RS: Projeto Contato, Lúcia Simon; Câmera Viajante, Rogério Amaral Ribeiro e Fluxo, Fernando Schmitt. O calendário conta ainda com o design de Beth Azevedo e Thomaz Benz, tradução de Cleiton Echeveste e direitos autorais de Patrícia Mello. As peças de divulgação (cartazes e convite web) contam com design gráfico de Gabriela Bohns e assessoria de imprensa de Daniel Rodrigues. O calendário estará à venda a partir de 1º de dezembro (segunda-feira) na Livraria da Casa do Jardim, de segunda a sexta, das 16h às 21h. Toda a renda será revertida ao Projeto Jardim Maior, que prevê a ampliação do espaço físico da casa para um melhor atendimento realizado através dos grupos de passe e dos grupos de atendimento presencial. Informações 3231-3826

Sobre os fotógrafos

Jardim é um espaço aberto onde convivem diversas espécies de plantas, flores, árvores e formas de vida variadas. É também um pequeno refúgio cercado ou muito amplo, onde nós, seres humanos de todas as etnias, serenamos a mente, vemos as crianças brincarem, somos banhados pelo sol, aproveitamos a sombra para uma leitura e percebemos as visitas de borboletas e pássaros. Ali o aroma dos frutos amadurecidos e a passagem do tempo através das estações com suas nuances de cores, cheiros e cantos estão presentes. Para que um jardim se mantenha saudável os “jardineiros” podam as flores e troncos já ressecados, plantam novas mudas, adubam a terra, colhem os frutos e presenciam os sinais harmônicos das vidas que ali germinam, brotam, crescem, frutificam e perfumam nos seus ciclos de vida. Cada jardim e cada jardineiro são únicos, mas todos contribuem da sua forma com esse espaço que na maior parte das vezes, pertence e reúne toda uma comunidade. Por isso quando propusemos aos doze fotógrafos convidados, que ilustrassem com suas imagens o Calendário 2015 da Casa do Jardim, o tema não poderia ser outro. Na Casa do Jardim o atendimento ao próximo acontece através do trabalho de muitos jardineiros. O calendário 2015 é uma forma delicada e simbólica de homenagear a manutenção desse espaço coletivo, belo e comunitário. É uma oportunidade de exemplificar que estes locais de convivência e aprendizado dependem somente da vontade e da dedicação amorosa de seus trabalhadores em servir e fazer o bem ao próximo. Leocádia Costa Curadora

1Mês de Janeiro Amy Hildebrand – USA “724 e 910 With Little Sound” Amy é uma fotógrafa americana que nasceu cega. Depois de anos de cirurgias experimentais e de longos períodos de recuperação, ela lentamente recuperou sua visão. Aos 16 anos ela pegou uma câmera e não conseguiu largá-la desde então. Em 2009 ela deu início a um projeto pessoal intitulado “With Little Sound”. Um simples blog de fotografia, do tipo “uma foto por dia”, mas algo maravilhoso aconteceu: depois de anos de indagações sobre como Amy via o mundo, as pessoas puderam finalmente ver o mundo através de sua lente.

2 Mês de Fevereiro Bruno Alencastro – RS “Hibisco”, 2011. Bruno é fotógrafo e jornalista formado pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos/UNISINOS. Desde 2010, atua como repórter fotográfico, tendo passado pelas redações dos jornais Sul 21, Correio do Povo e Zero Hora – onde trabalha atualmente, como repórter fotográfico multimídia. Em 2014, concluiu seu Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UNISINOS com o trabalho “Das ruas para as redes: usos, apropriações e práticas cidadãs desenvolvidas pelos fotógrafos populares da Favela da Maré”.

3Mês de Março Dulce Helfer – RS “Girassóis” s/d Dulce trabalhou como fotógrafa no jornal Zero Hora, em Porto Alegre, de 1985 a 2011 e na Secretaria de Cultura do RS de 1985 a 1990, onde participou com os escritores Tabajara Ruas e Carlos Urbim, do jornal cultural chamado “O Continente”, do qual foi editora de fotografia. Fez dezenas de exposições individuais e coletivas e recebeu 24 prêmios, entre eles três internacionais da Sociedad Interamericana de Prensa, dois Prêmios Press, como melhor fotógrafa do RS, Prêmio de Direitos Humanos e o Prêmio de Fotografia do Banco Itaú. Recebeu em 2009 o Prêmio de Cultura Joaquim José Felizardo, considerada a premiação mais importante do Estado, no Centro Municipal de Cultura de Porto Alegre, indicada por um júri de artistas plásticos de renome no Rio Grande do Sul e pela Secretaria de Cultura.

4Mês de Abril Gal Oppido – SP “Jardins da Casa de Claude Monet em Giverny”, 2014. Gal é graduado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo e Docente da disciplina de Linguagem Visual na Faculdade de Arquitetura da Universidade Católica de Campinas de 1979 a 1990.  Fotógrafo do Teatro Municipal e do Balé da Cidade de São Paulo de 1989 a 1993, fotógrafo colaborador da Vogue Brasil, 1990-2000. Recebeu o Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) 1991, como melhor fotógrafo pelo conjunto da obra; Prêmio “Best of Category 2001 – Printing Industries of América”. Projeto gráfico e fotografias do portfólio da Editora Gráfica TAKANO, Chicago, EUA. Ministra curso de Linguagem fotográfica no Museu de Arte Moderna de São Paulo – MAM-SP desde 2001.

5Mês de Maio Fernando Schmitt – SP  “Tupi Paulista”, 2012. Fernando é fotógrafo e professor universitário Formado em Jornalismo e mestre em Comunicação Social. Ensinou fotografia na Escola Panamericana de Arte e Design (SP), UNISINOS – RS, PUCRS, UFRGS e ESPM-RS. Está radicado em São Paulo desde 2010. Integra o conselho da FestFotoPoa e faz parte do corpo docente da Fluxo Escola de Fotografia Expandida. Participou do VII Paraty em Foco com a instalação “Coisas Vazias” e mostrou o trabalho “17 Dinheiros” no IV Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre. Possui fotografias nas coleções e acervos particulares do MARGS, MAC-RS, Joaquim Paiva e Rubens Fernandes Jr.

6Mês de Junho Frederico Mendes – RJ “Um Certo Açude em Pernambuco”, 1974. Frederico é jornalista por formação e fotógrafo por opção. Começou a trabalhar como repórter fotográfico, e se tornou correspondente na sucursal de Nova York da revista Manchete. Ao voltar ao Brasil depois de trabalhar na França e no Japão, assumiu como editor de fotografia da revista. Cobriu guerras na África, Oriente Médio e América Central. Fotografou para revistas de moda, além do Caderno Ela do jornal carioca O Globo. Trabalha para várias agências de publicidade. Criou como fotógrafo, ilustrador e designer capas de discos e CDs de cantores. Realizou exposições de fotografia em Nova York (1983) Lisboa (2006 e 2007), Rio de Janeiro (1983, 1986). Em agosto de 2014 lançou seu primeiro livro de fotografias, “Arpoador”, pela Editora Barléu. É vencedor de cinco prêmios Nikon de Fotografia.

7Mês de Julho Bruno Polidoro – RS “À espera”, 2006. Bruno é graduado em Realização Audiovisual e Mestre em Comunicação pela Unisinos. É sócio da produtora Besouro Filmes, e atua como diretor e diretor de fotografia em filmes, videoartes e programas de televisão. Atualmente, distribui seu primeiro longa-metragem “Sobre sete ondas verdes espumantes”, um documentário poético a partir da vida e obra do escritor Caio Fernando Abreu, no qual atua como diretor e fotógrafo.

agosto

Mês de Agosto Gustavo Diehl – RS  “Amor a”, 2014. Gustavo é jornalista formado pela PUC/RS e fotógrafo freelancer. Ministra cursos de fotografia artesanal e de laboratório preto e branco desde 2005. Atualmente trabalha como fotógrafo na Assessoria de Imprensa da UFRGS. Entre os Prêmios recebidos, destacam-se: Estações em Foco (2001) e o III Prêmio de Fotografia Casa de Cultura Mário Quintana (2005).  

setembro

Mês de Setembro Jefferson Bernardes – RS   “Amizade”, 2005. Formado em Comunicação Social pela Universidade Luterana do Brasil – ULBRA, Jefferson Bernardes atua no fotojornalismo. Trabalha para as maiores revistas de circulação nacional no Brasil, como Veja, Época, Exame, Isto É, e jornais como a Folha de São Paulo e O Globo, além das mais renomadas agências de notícias do mundo como a AFP – Agence France Presse e Getty Images. Em assessorias de imprensa, Bernardes trabalha desde 2000 para o grupo Couromoda. Paralelamente contribui com a Vipcomm, assessoria de imprensa da marca esportiva Reebok patrocinadora do Sport Clube Internacional com a qual tornou-se o único fotógrafo presente em todas as conquistas recentes do time gaúcho. Foi chefe do departamento de fotografia do Governo do Estado do RS em 2007. Atua como palestrante em diversas universidades sobre o fotojornalismo, tendo participado de várias semanas acadêmicas.

outubro

Mês de Outubro Lúcia Simon – RS  “S/Título”, 2004. Lúcia começou na fotografia em 1997, como laboratorista preto e branco. Em 1998 ministrou seu primeiro curso de fotografia. Desde então nunca mais se afastou do ensino de fotografia. Em março de 2004, criou a Escola de Fotografia Projeto Contato em Porto Alegre. Na Escola atua na coordenação, administração e ministra cursos.

novembro

Mês de Novembro Luis Ventura – RS   “Calçadas”, 2014. Luis é repórter cinematográfico e repórter fotográfico. Na adolescência inicia a prática da fotografia como hobby. A partir de 1985 começa a trabalhar como cinegrafista em emissoras de TV de Santa Catarina. Em 1992 passa a trabalhar e residir em Porto Alegre, atuando como free-lancer. Em 1997 a fotografia passa a ser uma ferramenta de trabalho, registrando eventos sociais, culturais e corporativos. O ano de 2003 marca a entrada no mundo da fotografia digital e assume o departamento de fotografia da Feira do Livro de Porto Alegre/CRL. Participa de várias edições do livro “Encontros com o Professor” como fotógrafo.

dezembro

Mês de Dezembro Rogério Amaral Ribeiro – RS “Flor da Estação”, 2011. Rogério é fotógrafo profissional e artista plástico, Pós-graduado em Pedagogia da Arte – UFRGS, Pós-graduado em Museologia – Patrimônio Cultural – UFRGS e Bacharel em Artes Plásticas com Habilitação em Fotografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS. Leciona Fotografia desde 1995. Atua nas áreas do Fotojornalismo, Retratos e Preservação de Fotografias. Têm trabalhos fotográficos publicados nas revistas Die Weltwoche de Zurique, Le Courrier de Genebra, ISTOÉ e Carta Capital de São Paulo, L’Humanité e Agence Gamma de Paris. Ministrou disciplinas de fotografia na Universidade Luterana do Brasil (2004 a 2008) e SENAC-RS (1995 a 2000). Suas fotografias já foram expostas em Nova York, Aukland, Londres, Genebra, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre.